O sistema de notas da UCS

Cada universidade tem um padrão de notas. Na UCS, a nota máxima é 4.

Para ficar mais claro, basta ver a tabelinha abaixo:

Nota 4 – entre 9,0 e 10

Nota 3 – entre 8 e 8,99

Nota 2 – entre 7 e 7,99

Nota 1 – entre 6 e 6,99

Abaixo de 6, o aluno é reprovado.

Anúncios

Como funciona a avaliação?

Observação: o modo de avaliação foi alterado. Ver post: https://sereibibliotecaria.wordpress.com/2015/04/25/alteracao-na-avaliacao/

Na sétima semana de cada trimestre, viajamos ao polo em que estamos inscritos para realizar a prova presencial. As provas costumam ter entre 10 e 12 questões. Cada professor decide sobre o formato, mas de um modo geral são oito questões objetivas e duas dissertativas.

A nota máxima da prova é 7.

Os outros 3 pontos que compõem a nota são obtidos por meio de trabalhos. Há professores que optam por pedir 10 trabalhos ao longo do trimestre, com notas menores. Há os que preferem dividir os 3 pontos em três trabalhos. Neste último trimestre, o professor Claudio, por exemplo, pediu três trabalhos. O primeiro, mais simples, tinha nota 0,50. Os dois outros, mais complexos, 1,0 e 1,50.

Realizar os trabalhos é fundamental para a composição da nota final. Já observei que alguns colegas acabam dando importância menor aos trabalhos, mas eu acredito que além de serem uma ótima maneira de estudar para a prova também fazem diferença substancial na nota.

Antes que eu me esqueça, os alunos têm que atingir uma nota mínima na prova presencial: 4,2, ou seja, precisam acertar pelo menos 6 questões. Apesar de a média da UCS ser 6, não adianta tirar apenas 3 na prova e simplesmente somar com a nota dos trabalhos. Quem não atinge 4,2 na prova tem o direito de fazer uma prova de recuperação, na qual também precisará ter nota superior a esta – para somar às notas dos trabalhos caso os tenha feito.

Quanto custa estudar a distância?

O curso de Biblioteconomia da UCS é um curso de educação a distância, ou seja, as aulas ocorrem no ambiente AVA. Porém, quatro vezes por ano os alunos fazem provas presenciais nos polos da UCS, que se localizam em Caxias do Sul, São Sebastião do Caí, Canela e Vacaria. Normalmente quem é de fora do Rio Grande do Sul fica vinculado a unidade de Caxias do Sul, como é o meu caso.

Como falei em outro post, o curso está dividido em dois semestres. Cada semestre contém dois trimestres. Cada trimestre tem duração de 10 semanas. As provas presenciais são realizadas sempre ao final da semana 7.

As viagens acabam fazendo com que o curso fique um pouco mais caro, pois além de pagar a mensalidade, precisamos nos preparar financeiramente para arcar com despesas de passagens e hospedagem.

A mensalidade neste segundo semestre de 2014 custou R$ 518 – totalizando pouco mais de R$ 3100. Na última viagem, por exemplo, saindo do Rio de Janeiro, gastei R$ 450 de passagem + R$ 119 de hospedagem, fora alimentação e transporte (+ R$ 70 Porto Alegre ida e volta, + R$ 50 táxi e ônibus).