Dicas a recém-chegados ao curso

Fui convidada pelo professor João Borges para ser monitora de Introdução à Biblioteconomia. Fiquei muito feliz e animada. Motivada pelo convite, procurei refletir sobre dicas que poderia passar para quem está começando agora no curso. Elaborei então uma pequena lista.

  • Defina o tempo que dedicará aos estudos. Acredito ser este o ponto mais importante ao começar um curso a distância. Mesmo que o volume de leituras varie de uma disciplina para outra, gosto de reservar pelo menos quatro horas por semana para cada uma delas. Então se você pegou três matérias neste semestre, prepare-se para 12 horas semanais de estudos.
  • Faça um pouco por dia. Assim não se cansará tanto e ainda terá tempo para refletir sobre o que aprendeu.
  • Definido o número de horas, anote “estudo ead” na agenda como um compromisso. Bloqueie aquele período de tempo e faça de tudo para cumpri-lo.
  • Se ainda não tem uma agenda ou não tem o costume de usá-la, compre uma ou passe a usar alguma disponível on-line, como o Google Calendar. A agenda servirá não apenas para você bloquear as horas de estudos, mas para anotar todos as atividades com prazos. E serão várias. Os professores costumam definir prazos para participações nos fóruns, para postar tarefas no webfólio, para entregar o trabalho final. Há ainda a programação das provas e  as datas-limite para enviar os certificados das atividades complementares. Ou seja, usar uma agenda vai ajudar muito.
  • Na aula de Introdução a ead aprendemos como organizar uma pasta no computador para armazenar os conteúdos do curso. Vale a pena seguir direitinho as orientações e colocar tudo em ordem logo no início. A organização na hora de salvar os conteúdos de cada aula e de cada disciplina é essencial. Bom, se você está fazendo biblioteconomia, imagino que deva gostar bastante desse assunto. Então isso não será um problema. Eu comecei criando uma pasta para cada disciplina e dentro dela 10 pastas para as 10 semanas de aula. É uma maneira organizada, mas pouco prática se você tem que recuperar um texto e não se lembra em qual semana foi dado. Há sempre a opção do buscador do Windows, mas isso me levou a mudar um pouco a forma de arquivar o material. Continuo criando uma pasta por disciplina, mas agora enumero os arquivos na ordem em que vão sendo postados pelo professor. Por exemplo:
    1. Orientações Semana 1
    1.1 Texto 1 da semana 1
    1.2 Texto 2 da semana 1
    2. Orientações Semana 2
    2.1 Texto 1 da semana 2
    … e assim por diante.
  • Logo que entrei no curso, comprei alguns cadernos para anotar tópicos importantes das aulas. No final do trimestre, para revisar, digito em um documento word esse resumo. Funciona bem para mim, mas sei que quem tem o tempo mais curto ou pouca disposição para escrever à mão poderá não gostar tanto assim. Em um semestre em que estive muito ocupada, fiz um resumo direto no computador. Lia os textos e já fazia as anotações nesse resumão. Agora que tudo está mais tranquilo, retomarei meus cadernos.
  • Eu não consigo viver sem meus resumos. Revisar todos os textos na véspera da prova me parece meio impossível. Consegui passar bem em todas as disciplinas estudando a partir dos resumos. É claro que isso só foi possível cumprindo as dicas seguintes.
  • Leia tudo que foi recomendado pelos professores. Se não conseguir ler tudo, faça isso com pelo menos os textos obrigatórios.
  • Não deixe o conteúdo acumular! Estude toda a matéria na mesma semana em que foi passada pelo professor. Você nunca saberá se a próxima semana será com muitos ou poucos textos. O trimestre passa voando e nem sempre dá tempo de ler algo que foi ficando para trás.
  • Faça todas as atividades propostas. Muitos professores dividem a nota ao longo das semanas, mas faça as atividades não apenas por esse motivo. Ao responder a uma atividade no fórum ou preparar uma tarefa para publicar no webfólio, você estará fixando o conteúdo. Sabe o resumo lá de cima? Assim fica bem mais fácil se basear apenas nele para estudar para a prova.
  • Esta não é bem uma dica: Não seja aquele colega que na véspera da prova pergunta o que vai cair. Simplesmente estude. Alguns professores oferecem exercícios de revisão, mas não são todos. Então o melhor é se preparar ao longo do trimestre, não esperar um milagre na última hora.
  • Das horas planejadas para cada disciplina, dedique pelo menos 30 minutos para ler as participações dos outros colegas nos fóruns. Muitos deles já atuam na área e podem dar informações bem úteis para nós que ainda não tivemos experiência prática. Essas trocas ajudam também a conhecer melhor uns aos outros.
  • Ah, sim, ao participar dos fóruns, revise o português. Depois de algumas horas, não é possível mais editar o texto publicado. Então não custa nada reler o que escreveu para ver se está coerente, se por acaso uma vírgula não se meteu entre um sujeito e um predicado, se um sinal de crase não caiu errado no meio do texto, essas coisas que fazemos às vezes sem perceber… Erros acontecem, mas muitos podem ser evitados com uma segunda leitura.
  •  Nas primeiras semanas no novo curso, navegue pelo AVA. Descubra cada seção. Esta é outra atividade da aula de Introdução a ead, mas sempre fica mais fácil se você já tiver passeado um pouco por conta própria.
  • Nessa passeada pelo AVA, aproveite para ver a lista de participantes, assim já vai guardando os nomes dos colegas que lhe acompanharão ao longo dos oito semestres. A primeira vez que nos encontramos pessoalmente é sempre divertida, procuramos pelas figuras das fotos, o que nem sempre se revela uma tarefa muito fácil se a foto não for das melhores.
  • Há quem não goste muito de se apresentar, mas isto é fundamental em um curso com este perfil. Eu me interesso pelos meus colegas, gosto de saber de onde são, o que já fizeram e o que pretendem com a profissão. Vale investir um tempo na definição do que estará na sua página pessoal e na escolha da foto.
  • No AVA há informações sobre toda nossa vida acadêmica: histórico, currículo, gerenciador das mensalidades pagas, acesso à biblioteca virtual. É uma ótima fonte de informação para acompanhar a trajetória ao longo dos semestres.
Anúncios

Blog do Diretório Acadêmico

Desde o final do ano passado temos um Diretório Acadêmico, que se chama DA João Barbosa Coelho.

Há poucas semanas a turma do DA criou um blog para dar dicas e informações sobre o curso e falar de um assunto muito legal: a primeira Semana Acadêmica de Biblioteconomia, que será realizada em abril.

Para saber de tudo isso, basta acessar o blog: http://dajoaobarbosacoelho.blogspot.com.br

Novo semestre, o 5º

Ainda faltam alguns dias para recomeçarem as aulas, porém já estou ansiosa. Claro que é ótimo ter férias, mas eu sinto saudades das atividades, das conversas e trocas com os colegas.

Neste semestre farei sete disciplinas. Normalmente temos seis por semestre, mas pedi para adiantar uma do 7º semestre e meu argumento foi considerado pela coordenadora. Farei quatro no primeiro trimestre e três no segundo.

Como estarei com minha rotina bem mais tranquila a partir de agora, acho que não será tão difícil acompanhar tudo.

Minha programação para o semestre ficou assim:

1º trimestre
Biblioteca Escolar
Literatura Infantil
Representação Descritiva III
Bibliometria

2º trimestre
Geração e Utilização de Bases de Dados para Unidades Informacionais
Serviço de Referência
Unidade de Informação

A disposição das disciplinas ao longo dos quatro anos de curso

 

Recebemos na semana passada um diagrama com as divisões por semestres e por trimestres. Esta disposição nos ajuda a visualizar melhor o curso. Eu, por exemplo, fiquei feliz ao perceber que já completei todas as disciplinas dos dois primeiros anos. Estou exatamente no meio, entrando no quinto semestre. É até meio assustador pensar que dois anos já se passaram.

Grade curricular BiblioUCS REVISADO em 02-16

(Não consegui melhorar a visualização da imagem. Se alguém quiser recebê-la, por favor me peça que posso enviar por e-mail.)