Oficialização do estágio

Quando escrevi o último post eu estava meio chateada. Como boa virginiana que sou, gosto de tudo bem explicadinho, com todos os passos dos processos definidos. Quando as coisas são meio bagunçadas, parece que minha vida toda vira uma bagunça. Era o que eu estava sentindo naquele momento.

Agora, ainda sem ter o processo de oficialização do estágio concluído, mas mais calma, posso fazer um post com o passo a passo do que acho que seja o processo.

Já no sexto semestre, a coordenação envia um e-mail aos futuros alunos do 7º semestre com orientações gerais sobre o estágio. Este pode ser um momento para começar a sondar os professores sobre a supervisão.

Os estágios são disciplinas, então a inscrição ocorre junto com a matrícula em matérias regulares.

Pode ser que o supervisor já adiante ao aluno os dados que precisará levantar para preencher o formulário no site do Programa Integrar da UCS, onde o estágio será cadastrado. Normalmente é nome, endereço, CNPJ da unidade de informação mais algumas informações da pessoa que irá assinar o termo de compromisso (no meu caso, a diretora do Museu Nacional – nome, função, CPF e RG) e da bibliotecária que irá supervisionar o estágio (nome, função, formação e registro).

Nesse meio tempo, o estudante tem que correr atrás de um lugar para realização do estágio. Há cidades, como Curitiba, que já têm vários locais conveniados com a UCS, porque lá tem vários alunos do curso. Conversar com os colegas pode ajudar nessa busca.

Definido o local e já com as informações necessárias, o estudante pode preencher o formulário do Programa integrar. O melhor é ser bem claro e preciso. Eu, por exemplo, coloquei que iria passar por diversos setores da biblioteca e isso não foi aceito, tive de definir o setor principal.

No geral, o preenchimento é fácil. Submetido, leva alguns dias para receber algum tipo de retorno. Normalmente isso ocorre via sistema. É necessário ficar atento ao que está escrito ao lado do nome do estágio. É possível abrir o formulário para editar, clicando em cima do local.

O formulário é então aprovado primeiro pelo professor e depois pelo setor de estágios. Quando está fechado, o aluno tem que imprimir três vias, assinar e depois pedir para o responsável pela biblioteca assinar. Todas as vias são enviadas para Caxias do Sul. Eu acabei enviando para o endereço que estava no próprio termo de compromisso.

A partir da assinatura de todas as partes, o aluno tem um seguro emitido pela UCS e pode realizar o estágio.

Atualização: hoje, 4 de setembro, recebi pelo correio o documento assinado pela UCS, para que seja entregue esta via ao Museu. Só que no sistema do Programa Integrar continua a mensagem: “aguardando assinatura”. Bom, acredito que devam mudar nos próximos dias.

Anúncios

Penúltimo semestre do curso

O tempo passa independentemente do que fazemos, se trabalhamos ou estudamos muito, se ficamos apenas vendo televisão ou lendo os livros preferidos. Todo mundo sabe quantas horas temos em um dia e quantos dias há em um ano.

Ainda assim, parece que sempre sou pega de surpresa ao pensar sobre o tempo. Aconteceu agora mesmo! Estava fechando a matrícula do segundo semestre de 2017, meu penúltimo período na UCS, e de repente me vi tomada por um deslumbramento.

Uau! Faltam apenas dois semestres para encerrar o curso. Duas disciplinas e dois estágios no total. Parece pouco. De certa forma, é. Apesar de os estágios demandarem, imagino, um esforço extra.

Estou muito animada por chegar finalmente a hora de colocar em prática o que venho aprendendo há anos. Em alguns momentos me sinto superinsegura. Noutros, acho que estarei tão feliz que não sentirei as dificuldades.

Acho que ainda preciso ajustar um pouco esses sentimentos. 🙂

No próximo semestre terei as duas disciplinas finais: Informação para o Desenvolvimento SustentávelAdministração de Serviços. Além disso, farei meu primeiro estágio obrigatório.

6º semestre: feito!

Ontem saíram as últimas notas do semestre. Sei que é ruim ficar reclamando, mas este foi meu pior semestre no curso. Não que as aulas tenham sido ruins ou algo assim. Eu é que estava meio dessintonizada e fiquei um pouco para trás. Tive minha primeira nota 2. Foi frustrante. Justamente em uma das matérias que me dão mais prazer: literatura. Fazer o quê? Não fiz tudo que tinha que ser feito, este é o preço.

O segundo trimestre deste segundo semestre foi um pouco melhor.

Agora só faltam duas disciplinas e os dois estágios obrigatórios para chegar ao fim do curso. Nem acredito que passou tão rápido. Só que minha formatura não vai ser daqui a dois semestres, mas daqui a três.

***Suspense***

No próximo post explico o porquê.

Finzinho do 6º semestre

Andei meio relapsa nesse semestre, que nem tive muita inspiração para escrever aqui no blog.

No último fim de semana fui a Caxias do Sul para as provas finais deste ano – quer dizer, assim eu espero. As notas do trimestre serão divulgadas nos próximos dias. Quem não pegou recuperação terá apenas que fazer uns poucos trabalhos mais e pronto!

img_4324
Da janela do avião: até breve, Rio de Janeiro 🙂

A viagem a Caxias do Sul começou às 11h de sexta-feira, quando saí de casa para ir até o Aeroporto Santos Dumont. De lá, parti para Congonhas, em São Paulo. Uma espera curta, um sorvetinho de doce de leite e já estava no voo seguinte. Aproveite as duas etapas para dar mais uma estudada.

Quando cheguei a Porto Alegre estava morrendo de fome. Pensei em comer em um quilo do aeroporto, mas vi uma sopinha de agnolini me acenando de um fast food que serve galetos e afins. Não resisti. Foi ótimo, pois depois ficaria horas no trânsito a caminho de Caxias. Peguei o ônibus das 17h30. Os demais estavam todos cheios. A viagem demorou três horas! Cheguei à casa da minha madrinha quase às 21h. Ela me esperava com pizza e vinho.

Antes de dormir e logo ao acordar ainda dei mais um revisada nos resumos, mas teria que ter estudado mais, me deu alguns brancos durante a prova.

As provas desta vez foram realizadas no bloco S, que nem existia quando fiz faculdade pela primeira vez. A medicina era no prédio da reitoria, onde evitávamos muito ir. Agora são outros tempos, o prédio é novinho, iluminado… img_4329

As provas não estavam difíceis, mas eu realmente não consegui me lembrar de duas questões direito. Uma até arrisquei, a outra foi um desastre completo. Estava tudo no resumo, vi depois. Fazer o quê…

Depois das provas, fiquei conversando com os meus colegas. Este é o melhor momento da viagem. Eu adoro encontrar meus colegas. É engraçado, nos vimos apenas algumas poucas vezes, mas estamos no mesmo barco e isso nos dá uma cumplicidade muito legal.

Mais tarde voltei a Porto Alegre, pois meu voo sairia bem cedo no dia seguinte.

Agora esperar as notas, fazer os trabalhos finais e curtir as férias. Este ano foi longo!

Novo trimestre, novas disciplinas

Este é um daqueles trimestres que parecem nos aproximar da biblioteconomia. Não que as outras disciplinas não sejam importantes, mas ao fazermos aquelas que tratam sobre temas diretamente ligados à prática da área parece que dá um ânimo novo.

Neste trimestre tenho apenas duas disciplinas: Controle de vocabulário e Estudo do perfil do usuário. São duas matérias essenciais, superimportantes. Vejo que até o meu empenho aumentou nas últimas semanas – não fui uma aluna muito participativa no começo deste semestre.

 

Notas e outras coisinhas

O primeiro trimestre ficou para trás. As notas ainda não foram fechadas, mas já dá para ter uma ideia do resultado. No final, fui melhor do que esperava. Bem melhor, pois esperava uma tragédia, confesso. Não me dediquei como gostaria.

Os professores costumam dar as notas ao longo das semanas, mas fecham a final muitas vezes somente lá por julho. Assim bate uma ansiedade. Queremos ver logo as disciplinas fechadas no histórico.

Como escrevi em outro post, neste trimestre fiz quatro disciplinas e fui monitora em mais uma. Quatro matérias me pareceram muito, demais para um trimestre, talvez porque duas delas foram trabalhosas – Bibliometria (porque precisamos fazer muita pesquisa na Plataforma Lattes para coletar dados) e Literatura Infantil (apesar de serem livros curtos, foram quase duas dezenas).

No próximo voltarei a fazer três e creio que será mais tranquilo.

Achei que fiz pouco na monitoria. Não consegui ler tudo que o prof. João passou aos alunos. Talvez a ideia nem fosse essa, mas fiquei me culpando um pouco. O professor me passou uma atividade que foi interessante e boa para refletir. Fiz sugestões de notas para uma determinada atividade. Nossa, como é difícil avaliar. Acho que fui meio injusta com alguns colegas, mas procurei manter um padrão no modo de dar a nota. Assim, não tinha como dar a nota máxima àqueles que foram piores que os melhores alunos. Só que esse raciocínio é equivocado, pois de repente aquele aluno que avaliei com 3 e não 5 fez o melhor que ele podia e se superou, merecendo a nota máxima. Foi um bom aprendizado. Gostei e sou agradecida pela oportunidade.

Quatro disciplinas de uma vez

Confesso que achei que seria fácil, mas dar conta de quatro disciplinas em um trimestre não está sendo mole não. Três é mesmo o número ideal para fazer tudo com calma, ler tudo que é recomendado e concluir as atividades sem atropelos.

De modo geral, neste semestre tenho tido mais tempo para estudar, mas ainda assim parece que as horas estão mais escassas. Não sei nem como explicar esta percepção.

Tento estudar um pouco por dia, dedicando pelo menos duas horas por noite. Escolho uma disciplina por vez. A primeira coisa que faço é ir na pasta Cronograma, onde alguns professores já colocam as indicações de leitura e as atividades daquela semana. Alguns usam a pasta Cronograma apenas para resumir a semana e dizer que o material está na pasta Acervo da turma. Costumo salvar em um pdf esta informação.

Em seguida, vou para o Acervo da turma daquela disciplina. Baixo primeiro o roteiro de aula ou caderno pedagógico. Com este aberto, vejo a indicação de ordem das leituras, assim já vou salvando os arquivos na sequencia em que deverão ser lidos. Isso pode ser fundamental quando há mais de uma atividade. Alguns professores também organizam a orientação da semana por ordem: primeiro faça isso, depois aquilo, depois aquele outro. Isso facilita a organização dos estudos.

Antes de passar para a disciplina seguinte, procuro terminar tudo que foi pedido daquela que repassei as orientações. Assim fico com a certeza de que poderei me dedicar às demais sem receio de ter deixado algo para trás. Isso otimiza o tempo.

Quando há três disciplinas, consigo fazer tudo durante a semana. Nesse trimestre, começo as atividades da graduação na segunda, mas como estou com minha agenda mais flexível (me permitindo fazer outros programas que não seja apenas estudar), às vezes chega a quinta-feira e ainda estou com muita coisa para fazer. Como não trabalho às sextas, até consigo finalizar antes do fim de semana, mas nesta semana, por exemplo, que tive médico, só consegui concluir tudo hoje. Preciso me organizar melhor nesta semana que começa agora.

E ainda tem a monitoria. Eu ando me sentindo meio mal em relação à monitoria. Respondo alguns e-mails de colegas com dúvidas, mas no geral não sei muito bem o que fazer.

A disposição das disciplinas ao longo dos quatro anos de curso

 

Recebemos na semana passada um diagrama com as divisões por semestres e por trimestres. Esta disposição nos ajuda a visualizar melhor o curso. Eu, por exemplo, fiquei feliz ao perceber que já completei todas as disciplinas dos dois primeiros anos. Estou exatamente no meio, entrando no quinto semestre. É até meio assustador pensar que dois anos já se passaram.

Grade curricular BiblioUCS REVISADO em 02-16

(Não consegui melhorar a visualização da imagem. Se alguém quiser recebê-la, por favor me peça que posso enviar por e-mail.)

Início de um novo ano

Hoje terminaram as férias coletivas da UCS. Aos poucos começa uma movimentação na caixa de mensagens. Hoje mesmo recebi duas mensagens de tutoras do curso.

A matrícula já havia sido realizada em dezembro. Até já paguei a primeira mensalidade.

Neste novo semestre estou pagando cerca de 20 reais a mais do que no último ano. Farei seis disciplinas que parecer ser bem interessantes. Gostaria de fazer mais uma. Vamos ver o que me responde a coordenadora do curso.

Estou ansiosa também para receber o calendário, para começar a planejar as viagens do ano. Já tínhamos visto um no final do ano passado, mas resolvi confirmar, para não correr o risco de ter que remarcar. A primeira, de qualquer modo, será logo na primeira semana de abril.

Neste ano parece que tudo será bem cedo. O início das aulas está previsto para 22 de fevereiro, por exemplo.